Categoria: Spring

    Integrando Spring e Hibernate

    Integrar Spring e Hibernate é uma tarefa muito comum, mas a forma como isso geralmente é feito me desagrada. É muito comum encontrar classes que herdam de [HibernateDaoSupport][1], o que cresce de forma exagerada e traz comportamento que muitas vezes a classe não deveria possuir. Quando feito dessa forma, para a maioria das operações é necessário utilizar o objeto [HibernateTemplate][2], obtido através do método getHibernateTemplate(). Então por que não injetar apenas o HibernateTemplate e trabalhar com ele diretamente? E assim foi feito, o que acabou com essa herança desnecessária. Então surgiu um novo problema. As limitações do HibernateTemplate passaram a incomodar, pois não era possível trabalhar com a [Session][3] diretamente (até era, mas assim o seu controle vinha para as... Continue lendo →

    Integrando JSF 2 e Spring

    É muito fácil encontrar material sobre JSF 2 de qualidade na internet, mas não se encontra uma forma fácil de realizar a integração com Spring, e quando encontrada, geralmente a integração é feita via xml. Nesse post será mostrado como fazer a integração entre essas duas ferramentas de uma maneira simples usando anotações e um mínimo de xml. Para trabalhar com o JSF são necessários dois jars: compile 'com.sun.faces:jsf-api:2.2.0-m04' compile 'com.sun.faces:jsf-impl:2.2.0-m04' Por parte do Spring, são os mesmos jars usados para [integração com Struts][1]: compile 'org.springframework:spring-asm:3.1.1.RELEASE' compile 'org.springframework:spring-beans:3.1.1.RELEASE' compile 'org.springframework:spring-context:3.1.1.RELEASE' compile 'org.springframework:spring-core:3.1.1.RELEASE' compile 'org.springframework:spring-expression:3.1.0.RELEASE' compile 'org.springframework:spring-web:3.1.1.RELEASE' A configuração no web.xml fica assim: As tags servlet e servlet-name são para o uso “padrão” do JSF. A classe **ContextLoaderListener** é quem vai... Continue lendo →

    Simplificando - Spring MVC

    O Spring MVC é uma ótima ferramenta. É bem mais avançado que o Sruts 2 e supre quase todas as suas falhas de forma simples. Não se encontra muito material sobre o Spring MVC 3, mas há muito sobre a versão 2.5. Aqui será mostrado como trabalhar com a versão 3 adotando a maior parte de seus recursos. A configuração primeiro. Abaixo, o [build.gradle][10] do exemplo. Também temos de configurar o web.xml. **DispatcherServlet** é a classe que habilita o uso Spring MVC, a qual vai trabalhar as requisições recebidas. **HiddenHttpMethodFilter** é usado para habilitar o suporte RESTful do Spring. Mais sobre isso mais tarde. Por padrão, o Spring vai buscar o arquivo de configurações na pasta WEB-INF, sendo o nome... Continue lendo →

    Integrando Struts 2 e Spring

    No [primeiro post sobre Struts 2][1] foi falado que utilizar um container de injeção de dependência é o ideal para fazer o controle das dependências das classes do projeto. Nesse post será mostrado como integrar com o o Struts 2 com o Spring, o mais famoso container feito em java. Para trabalhar com essas ferramentas de forma mais simples, procurei tornar sua utilização o mais próximo possível do [VRaptor][2]. Será usado o mesmo exemplo da aplicação de carros que foi apresentada no post citado, para deixar claro quais são os ganhos que o Spring traz para a aplicação. Primeiro a configuração. Além dos jars padrões para usar o Struts 2 será necessário mais um, usado para integração com o Spring,... Continue lendo →